Saiba como é criar a identidade visual para uma grande marca como a Schweppes

Quando falamos em uma marca como a Coca-Cola, estamos falando em tradição. O desafio para a Pharus Design, que criou a identidade visual da Schweppes Premium Drinks, primeira linha de bebidas alcoólicas da Coca-Cola, foi aliar inovação e tradição em um mesmo projeto.

Para nos contar como foi todo esse processo, entrevistamos Cris Inoue, diretora criativa da Pharus Design, que falou sobre os principais desafios e conquistas ao longo dessa jornada. Cris também aproveitou para compartilhar com a gente dicas valiosas para um processo criativo bem-sucedido.

pharus2.jpg

Apostando em inovação, mas respeitando os assets visuais da marca

Há mais de 130 anos no mercado, arriscamos a dizer que não há ninguém no mundo que não se lembre de alguma ação ou produto da marca que tenha feito parte das nossas vidas e ficado em nossas memórias. Quer sejam pelos logos, slogans, propagandas ou os próprios produtos, certamente nossas vidas foram influenciadas em algum aspecto pela gigante de bebidas.

No mundo, a Coca-Cola possui mais de 600 marcas diferentes. Só aqui no Brasil são aproximadamente 30 e um leque quase que interminável de produtos. A receita para se manter na memória dos consumidores é apostar em inovação, mas sem perder, é claro, características tão clássicas de uma marca centenária.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

EBAC - Foi a primeira vez que a marca Schweppes lança uma linha de bebidas alcóolicas no Brasil. Como foi quando receberam esse briefing?

Pharus Design - Foi um super desafio e confiança no nosso trabalho. Schweppes é uma marca histórica que, assim como as demais marcas da Coca-Cola, possui um sistema de identidade visual muito rico, consistente e reconhecido. Então, foi uma grande responsabilidade criar esse produto trazendo a inovação, mas ao mesmo tempo, respeitando os assets visuais da marca.

pharus5.jpg


EBAC - A linha de bebidas chama-se Schweppes Premium Drinks. Como o próprio nome sugere, é uma linha Premium. O que é importante levar em conta na hora de pensar na identidade desse tipo de produto?

Pharus Design - Primeiro, estudamos a categoria de bebidas para entender quais eram os códigos que transitavam nesse segmento, bem como qual seria o público de Schweppes. O “premium” veio muito pelo tipo de produto que estavam lançando, não era qualquer bebida e sim misturas especiais como Spritz, Gin Tonic e Vodka Citrus. Porém, por se tratar de um público de jovens adultos, a identidade precisava dialogar com eles sendo instigante, convidativa, colorida – tanto pelas bebidas, como no ambiente das festas diurnas (uma grande tendência nesse público). Como resultado, só pelo fato de propor uma faca especial para o rótulo no formato da “sash”, essa diagonal muito forte da marca, já posiciona esse produto como algo diferente dos demais, e ao mesmo tempo, conectando com a marca. São nesses pequenos detalhes que trabalhamos o lado premium e inovativo.

Schweppes_PD_process02.gif

EBAC - Como foi o processo de concepção dessa identidade? O briefing inicial seguiu até o final ou foi se transformando?

Pharus Design - Como toda inovação, o briefing vai se desenhando conforme a investigação no tema. Por isso, nosso processo criativo envolve o cliente 100% do tempo, do início ao fim. Foi importante de início entender os códigos da categoria. Depois partimos para experimentação visual, uma parte muito importante do processo que nos permite acessar estímulos visuais mais intuitivos e menos racionais. Experimentamos com cores, materiais físicos, tintas, líquidos etc. E depois disso, partimos para o computador. Daí sim, avaliando o que fazia sentido para a marca e incorporando elementos da identidade visual de Schweppes, mas com um twist.

EBAC - Nesse processo, quais critérios utilizados para aliar tradição e trazer para uma linguagem mais contemporânea sem suprimir a identidade da própria marca?

Pharus Design - A tradição foi mantida com a utilização dos códigos visuais de Schweppes: tipografia, “sash”, logo. O que trouxemos para essa inovação foi o rótulo com faca especial e a diversidade de cores no fundo. Onde pudemos brincar mais foi na linguagem, trazendo cenas desse lifestyle e texturas das bebidas que instigam o olhar.

Schweppes_PD_process01.gif

EBAC - O que poderia dizer sobre a escolha das cores para essa linha?

Pharus Design - Foram inspiradas nas cores das bebidas. Quando olhamos para essa categoria, identificamos essa navegação por cor.

EBAC - Quais são os principais diferenciais da identidade visual dessa linha com relação a outras linhas de bebidas alcóolicas?

Pharus Design - É uma categoria muito nova, com poucos concorrentes. O diferencial é ter uma marca tão forte por trás desse produto, por isso, a manutenção dos códigos visuais de Schweppes foi tão importante e dentro da estratégia de design.

EBAC - Poderia apontar alguma curiosidade ocorrida durante esse processo criativo?

Pharus Design - Esse projeto foi um grande sucesso dentro da Coca-Cola e percebemos uma boa receptividade na comunidade do design, havendo muitas publicações sobre o case. No final, não é um design inédito, mas uma boa articulação dos elementos visuais de uma marca clássica.

pharus3.jpg

EBAC - Há uma “receita de bolo” para seguir para que um processo criativo seja bem-sucedido? Ou seja, existem itens obrigatórios nesse processo? Poderia nos listar quais são eles?

Pharus Design - Na verdade, não existe receita. Pensar no processo criativo faz parte do próprio processo. Nunca é igual, cada projeto é único e pede um processo único. Mas que nesse processo você sempre se lembre de começar buscando entendimento sobre o assunto, a categoria, os concorrentes etc. Você precisa saber tanto quanto seu cliente sobre a marca/produto. Depois, uma fase de experimentar, prototipar, fazer muito sem medo de errar, buscar novas técnicas, sair do comum. E por fim, uma visão crítica sobre o que está produzindo e, se possível, peça opinião de seus pares. Daí vem o refinamento. Fazer muito e tentar melhorar cada detalhe na sua execução. E lembre-se que tão importante quando o projetar é separar um tempo para a apresentação e saber contar toda essa história no qual você se dedicou em pensar.
*A venda e o consumo desses produtos são indicados apenas para maiores de 18 anos.

O networking e as ações com empresas parceiras é um dos pilares da EBAC. Os alunos estão integramente conectados com as demandas mais atuais do mercado por meio de projetos reais. Um dos nossos parceiros é o Studio Pharus e entre as ações que realizamos conjuntamente está a possibilidade de alunos estagiarem por lá e adquirirem experiência prática para seu futuro profissional.

Confira os cursos que oferecemos em arte e design e venha fazer parte da nossa comunidade de criativos:

GRADUAÇÃO BRITÂNICA

BA (Hons) Illustration
BA (Hons) Graphic Design
Year Zero: Foundation Art and Design
Preparatório para Graduação: Arte e Design
Preparação de Portfólio

ESPECIALIZAÇÃO

Design de Interiores
Design Gráfico
Criação e Design: Fundamentos
Ilustração