Trabalho da aluna Barbara Costa Narcizo para a disciplina Projetos Comerciais. Orientado por Flávio Miranda. 
A intenção do projeto é resgatar a memória mais antiga do bairro, fazendo uma ponte com o passado de forma divertida e instigante.

A ideia é ressignificar o processo de decadência das fabricas, e explorar esse passado culturalmente riquíssimo de maneira atual. Para isso, a fabrica de tecidos de Rodolfo Crespi foi escolhida como ponto de partida, já que a mesma deu inicio ao bairro, além de possuir um caráter lúdico especial por trabalhar com o mundo dos tecidos e das cores.

O tear foi desconstruído, e a partir disso nasceram os demais elementos projetuais, como a grande escultura de fios, a pergola de tecidos e os fusos suspensos. Desde a decisão dos materiais até a paleta de cores remete a essa narrativa, sem deixar de lado os valores da marca e sua estética inovadora e minimalista. Outra preocupação, foi tornar a loja um local de encontro, oferecendo áreas de descanso e encontro para a população.

Os materiais utilizados remetem as esquadrias da antiga fabrica de rodolfo crespi, apropriando-se do cobre em seus dois estágios (oxidado e natural), o cimento e a opacidade do vidro jateado, remetendo a negligência do patrimônio, tornando essa estética atual e significativa.